Pesquisar este blog

Você acredita ? chuva de dinheiro e sapos

Dizem que dinheiro não cai do céu   

Chuva de dinheiro

Já choveu dinheiro, acredite se quiser. Uma das vezes que isso aconteceu, foi em outubro de 1976, quando um avião de pequeno porte passou voando baixo sobre Roma e despejou uma enorme quantidade de cédulas de 500, 1000 e 10.000 liras sobre a multidão em frenesi. Nunca descobriram quem foi o louco que jogou dinheiro para o povo.


Em 2007, na Alemanha, um motorista viu uma estranha cena do espelho retrovisor do seu carro. Estava chovendo dinheiro.O cara largou o carro no meio da estrada e começou a catar pilhas de notas desesperadamente. Houve um tumulto, os guardas chegaram e ninguém nunca soube a origem do dinheiro que caiu do céu.


Na indonésia também choveu dinheiro, como se fosse milagre

A cena incrível ocorreu em 2008, quando cerca de 100 milhões de rúpias desceram voando ao sabor do vento, para a felicidade do povo na Terra. O dinheiro foi jogado por um autor muito rico que queria divulgar seu novo livro. A coisa acabou em confusão quando uma menina de 13 anos foi pisoteada pela multidão que tentava recolher no ar muito mais do que eles levavam um mês para ganhar.


Outra situação insólita em que choveu dinheiro, especula-se que tenha sido causado por um raro fenômeno da natureza. Em Gorky, na União Soviética no ano de 1940, no dia 17 de junho, caiu uma torrente de moedas de prata totalizando milhares de rublos. A explicação oficial é que um deslizamento de terra revelou um tesouro enterrado. O tesouro ficou exposto aos elementos e num dia de forte tempestade, um tornado aspirou o tesouro, lançando as moedas a uma grande altitude. Elas gradualmente começaram a chover em Gorky.  As autoridades da época não conseguiram justificar porque só choveram moedas de prata e não detritos ou pedras.

                                       Chuva de sapo

Sapos possívelmente, caem mesmo do céu. Até tem uma menção a este fenômeno no versículo 10 do capítulo 10 do Antigo testamento. E o  historiador grego Athenaeus, refere-se a uma queda de três dias com um espetacular dilúvio de rãs, em um documento cerca de 200 dC.

Vejamos alguns dos mais famosos episódios de “chuvas de sapos e coisas do tipo” registradas pelo homem.

Em 1666, na quarta-feira  antes da páscoa, um campo de dois acres perto de Wrotham, em Kent, na Inglaterra foi COBERTO com inúmeros sapos do tamanho do dedo mindinho de um adulto. As pessoas do local acreditavam que os sapos haviam caído em um violento temporal. O dono do terreno onde os milhares de sapos caíram juntou alguns deles e os enviou para Londres para que fossem examinados.

No ano de 1683 em Acle, um vilarejo de Norfolk, ainda na Inglaterra, pequenos sapinhos caíram do céu em um volume tão vasto que incomodou muitas pessoas ao ponto de registrarem o fato oficialmente.  Em outubro de 1683, eram tantos sapinhos caindo que os cidadãos juntavam bacias cheias deles e jogavam no fogo para exterminá-los.


No dia 5 de maio de 1786após seis meses de uma longa seca, um vento forte surgiu do leste, derrubando sobre a cidade de Porto e Príncipe, no Haiti uma quantidade imensa de ovos pretos. Muitos dos ovos que caíram em bacias d água, fontes e lagoas chocaram dois dias depois e desses ovos criaturas gosmentas com várias camadas de pele ecoldiram. Segundo as testemunhas oculares do fato, as coisas que saíram dos ovos pareciam grandes girinos pretos.


Em 1794, foi a vez de chover sapos em profusão surreal na vila de Lalain, na França. Era um dia muito quente. Então, quando o relógio marcou 15:00, choveu em tamanha abundância na região que 150 homens da polícia tiveram que deixar a área. Mas a grande surpresa é que enquanto tentavam se abrigar, eles notaram que no meio da chuva começou a cair uma quantidade considerável de sapos, que tão logo batiam no chão, saíam pulando feito loucos por todas as direções. M.Gayet, um oficial e testemunha ocular do fato, abriu sua capa de chuva e com a ajuda dos amigos conseguiu juntar uma massa enorme de sapos que caíam do céu. Muitos dos sapos que caíam tinham ainda uma pequena cauda, o que indicavam que não estavam completamente formados. Após a chuva, muitos dos soldados tinham vários sapos presos nas abas de seus chapeus. Ninguém conseguiu explicar o fato e eles fizeram uma ocorrência.

Fonte e creditos da matéria:mundogump.com.br/o-misterio-dos-sapos-que-caem-do-ceu/

Nenhum comentário:

Postagens mais recentes

Zampaiso Variedades © Direitos autorais 2012 - 2016. Propriedade Zampaiso1 Politica de privacidade
.